Buscar
  • Daniel Takata

E se o empate não valesse nenhum ponto no futebol?


Até o início da década de 90, a maior parte das competições de futebol do mundo utilizava um sistema de pontuação diferente do vigente hoje em dia.


Na época, costumava-se atribuir dois pontos para o time vencedor e um ponto para os dois times em caso de empate.


Na Copa do Mundo de 1994, a FIFA introduziu o sistema utilizado até hoje: três pontos para vitória, um para o empate.


Na época, a justificativa foi de que o sistema incentivaria os times a buscarem mais as vitórias (e gols), privilegiando estratégias ofensivas e agressivas.


O estopim para que se a mudança fosse feita foi a Copa do Mundo de 1990, tida como a pior da história, com média de gols mais baixa de todos os tempos (2,21).


Maradona x Mattaus na final da Copa de 1990, tida como a pior da história (foto: PA:EMPICS SPORT)

Na realidade, tal sistema de pontos já era utilizado em alguns campeonatos domésticos ao redor do mundo.


A Inglaterra, por exemplo, o utilizava desde o início da década de 80.


Mas será que ele realmente incentiva os times a praticarem um futebol ofensivo?


A resposta é sim.


Ao menos de acordo com o excelente livro Soccermatics: Mathematical Adventures in the Beautiful Game (sem tradução para o português), do matemático e professor universitário David Sumpter.




Caso se interesse, deixo a seguir os links para compra do livro na Amazon:


Kindle: https://amzn.to/2XT4HgT

Livro físico: https://amzn.to/2NWnpEK


O livro aborda diversos aspectos de modelagem matemática e estatística no futebol, desde análise da distribuição de passes durante um jogo até a medição do quão improvável é o alto número gols alcançado por Messi em algumas temporadas.


E uma das análises versa justamente sobre o sistema de pontuação no futebol.




Primeiro exemplo: comparando o sistema de pontuação antigo com o atual


Suponha que o time A pratique um futebol ofensivo, mas que por isso sua defesa fique desprotegida.


Esse time, em determinado jogo, tem 50% de chances de vitória e 50% de chances de derrota (não há possibilidade de empate).


O time B, por outro lado, pratica um futebol defensivo. Dificulta ao máximo as ações do time adversário, e para isso abre mão de atacar.


Esse time tem 100% de chances de empatar os jogos.


No sistema de pontos antigo, em 100 jogos, espera-se que o time A vença 50, obtendo 100 pontos.


Ou seja, uma média de 1 ponto por jogo. Esse é o conceito chamado de valor esperado na matemática.


O time B, em 100 jogos, empataria os 100. Obteria os mesmos 100 pontos, ou 1 ponto por jogo.


Logo, nesse sentido, ter um estilo de jogo ofensivo não traz nenhuma vantagem.


Agora considere o sistema atual de pontuação, com 3 pontos para vitória e 1 para empate.


O time A obteria 1,5 ponto por jogo, e o time B continuar obtendo 1.


Ou seja, em média o time A conseguiria 50% de pontos a mais que o time B.


Maldini x Romário na decisão da Copa de 1994: primeira com vitória valendo 3 pontos (foto: divulgação)

Segundo exemplo: comparando o sistema de pontuação antigo com o atual


Uma outra situação, mais realista, é colocada pelo livro.


Suponha que o time C irá jogar contra um adversário forte.


Caso o time C adote um esquema de jogo ofensivo, ele teria 30% de chances de vitória e 50% de chances de derrota, com 20% de chances de empate.


Se resolver adotar um esquema de jogo defensivo, é intuitivo imaginarmos que sua chance de vencer diminua, já que irá atacar menos, mas a chance de perder também irá diminuir. Suponha que as chances de vitória e de derrota caiam pela metade, ou seja, para 15% e 25%, respectivamente, e a probabilidade de empate agora seja de 60%.


No sistema de pontuação antigo, caso o time C atue ofensivamente, ele obteria uma média de 0,84 ponto por jogo.


E em caso de jogo defensivo, essa média aumentaria para 0,92.


Ou seja, atuar defensivamente renderia cerca de 10% de pontos a mais para o time.


Logo, nesse caso, o sistema de pontuação antigo beneficiaria os times que atuassem defensivamente, sem buscar o gol.


Agora, no sistema de pontuação atual, atuando ofensivamente, o time C obteria uma média de 1,16 ponto por jogo.


E, em caso de jogo defensivo, a média cairia para 1,08.


Agora é o sistema de jogo ofensivo que rende mais pontos - cerca de 7% a mais.


Podemos utilizar probabilidades variadas de vitória, empate e derrota e invariavelmente chegaremos à conclusão de que 3 pontos por vitória incentiva a prática do futebol ofensivo.


De fato, quando a Inglaterra adotou o sistema na temporada 1981-82, o número de empates foi reduzido de maneira notável.


Nas cinco temporadas após a implementação, o número médio de empates por temporada foi de 113,2, em 462 jogos.


Já nas cinco temporadas anteriores, esse número havia sido de 133.


Ou seja, houve uma queda, em média, de 20 empates por temporada.


Time do Liverpool do Campeonato Inglês de 1982, o primeiro a adotar o sistema de três pontos por vitória (foto: reprodução/Liverpool FC Wiki)

Ok, acredito que todos estamos convencidos de que o sistema atual de pontuação é benéfico para o jogo.


Mas e se imaginarmos um sistema de pontuação ainda mais extremo?


E se o empate rendesse o mesmo que uma derrota, ou seja, nenhum ponto?


Imaginem um jogo terminando 0 a 0. Os dois times teriam que se lançar desenfreadamente para o ataque em busca do gol.


Como fica a análise matemática?


Terceiro exemplo: comparando estratégias de jogo defensiva e ofensiva no sistema de pontuação alternativo


Vamos considerar as mesmas probabilidades de vitória, empate e derrota do time C já mencionadas.


E vamos considerar que a vitória renda 1 ponto.


Se o time adotar a estratégia defensiva descrita, esperando a sorte de achar uma bola para fazer o gol, o número de pontos esperado por jogo seria de 0,15.


E, na estratégia ofensiva, esse número seria de 0,3.


Ou seja, jogar ofensivamente renderia em média 100% de pontos a mais do que jogar defensivamente.


Quando as equipes entendessem e internalizassem isso, teríamos jogos super ofensivos, como provavelmente jamais vimos.


Imaginem que louco que seria?


#ficaadica


Veja a seguir o vídeo sobre o tema no canal do Esportístico no YouTube.






128 visualizações

Entre em contato

Caso tenha dúvidas, críticas, sugestões ou simplesmente queira entrar em contato, preencha o formulário e clique em "Enviar".
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • YouTube

© 2019 por Daniel Takata.