Entre em contato

Caso tenha dúvidas, críticas, sugestões ou simplesmente queira entrar em contato, preencha o formulário e clique em "Enviar".
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • YouTube

© 2019 por Daniel Takata.

Buscar
  • Daniel Takata

Os números da temporada monstruosa de Giannis Antetokounmpo na NBA

A NBA é repleta de astros, muitos dos quais na ativa entre os maiores nomes da história.


Que o digam LeBron James, Kevin Durant, Stephen Curry, James Harden e outros.


Além disso, alguns jogadores vêm fazendo uma temporada 2019-2020 memorável.


LeBron James, considerado por muitos o segundo maior jogador da história, atrás apenas de Michael Jordan, em sua 17ª temporada na NBA, vem mantendo sua maior média de assistências por jogo na carreira (10,7). É a maior entre todos os jogadores da temporada, e lidera o Los Angeles Lakers à melhor campanha da Conferência Oeste.


James Harden do Houston Rockets está com média de 34,6 pontos por jogo, uma das maiores da história em uma temporada - nos últimos 30 anos, apenas ele na temporada passada e Kobe Bryant em 2005-2006 tiveram médias mais altas.


Os líderes em outras estatísticas, em médias por jogo, são Andre Drummond do Cleveland Cavaliers em rebotes, Ben Simmons do Philadelphia 76ers em roubos e Hassan Whiteside do Miami Heat em tocos.


Então por qual razão o grego Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks, merece tanto destaque?


Giannis Antetokounmpo (foto: Stacy Revere/Getty Images)

Nunca devemos nos ater às estatísticas individuais. Um jogador pode manter médias altíssimas de pontos, mas não contribuir em nada em rebotes e assistências. Por outro lado, pode haver um jogador que não seja o líder em nenhuma estatística, mas esteja entre os primeiros em algumas delas, e ser bem mais relevante.


É justamente isso que acontece com Antetokounmpo.


O índice criado pelo Esportístico para avaliar os melhores jogadores da NBA, atualizado semanalmente (disponível aqui), corrobora essa tese.


O índice é basado em uma técnica estatística denominada análise de componentes principais. Basicamente, ela dá um peso a cada estatística, considerando a variabilidade dos dados, e consegue mensurar que jogador se afasta mais dos outros. A vantagem é que o peso de cada estatística é determinada pelos próprios dados, sem arbitrariedade.


Dessa forma, na última atualização, os pesos eram:


Pontos: 22,3%

Assistências: 19,2%

Rebotes: 18,1%

Tocos: 10,3%%

Roubos: 19,1%

Plus/minus: 11,0%


(Plus/minus é uma estatística que indica o número de pontos de vantagem ou desvantagem o time encontra-se em média em relação aos seus adversários quando o jogador está em quadra.)


E, na combinação das estatísticas, Antetokounmpo é o líder com certa folga, desde praticamente o início da temporada. Ele se destaca em pontos por jogo (4º) e em rebotes (4º). LeBron James, por exemplo, desconsiderando as assistências, tem como melhor colocação no quesito pontos por jogo (14º) . Já James Harden, tirando pontos por jogo, tem nas assistências sua melhor posição (9º).


LeBron James e Giannis Antetokounmpo (foto: reprodução/theplayoffs.com.br)

E agora um dado mais impressionante. Como o Milwaukee Bucks vem tendo uma excelente campanha, Antetokounmpo frequentemente é poupado nos minutos finais dos jogos, quando as vitórias já estão garantida. Com isso, ele joga em média bem menos minutos por jogo do que vários de seus rivais. LeBron fica em quadra em média 34,9 minutos por jogo. Harden, 34,6. O grego, por sua vez, fica 30,8.


A projeção de suas estatísticas para, digamos, 34 minutos por jogo, seriam 32,7 pontos por jogo e 15,2 rebotes por jogo, o que o deixariam na vice-liderança nas duas categorias, um feito incrível.


No índice do Esportístico, seu valor é 2,31, contra 2,15 de Harden e 2,02 de LeBron, os três primeiros colocados entre os melhores jogadores. Se considerássemos as estatísticas de Antetokounmpo em 34 minutos, ele dispararia para 2,63.


Mesmo jogando menos, ele tem números melhores. Uma temporada incrível do grego. Cujos números talvez não chamem tanta atenção por ele não liderar nenhuma categoria. Mas é essencial analisar o cenário geral, objetivo primordial do índice do Esportístico. Nesse critério, Giannis Antetokounmpo vem sendo, com sobras, o melhor jogador da NBA da temporada 2019-2020.

12 visualizações